CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Está trancado.

Perda! Essa é a sensação. Odeio ter esses pensamentos vesanos que parecem ter vida própria, te levam pro mais longínquo possível de mim, faz você fazer coisas que eu não tolero considerar que possam, de fato, acontecer. Para cada coisa que eu faço, penso na sua aprovação - ou reprovação -. O mais inacreditável é que eu sei que você não sabe de toda a minha diligência, e mesmo assim, continuo com ela. Até porque, quando eu estou triste e preciso de um abraço, você nunca está lá para me acolher, eu por outro lado, se noto seu olhar 1% menos alegre, corro até você e faço o que for preciso para te ver sorrir. Se eu caio, você nunca está lá para me segurar, eu por outro lado, machuco a mim mesma para evitar que seu corpo atrite com o solo. Não estou pedindo para que você mude a rotina de sua vida para o meu bem, seria egoísmo e hipocrisia demais para uma pessoa só, mas... Não sei se posso mais com esses comentários, esses terceiros que dizem o que dão na cabeça, sobre você. Afinal de contas, eu nunca mais tive a chance de poder ter uma conversa aberta com você, e essa tua falta está se tornando tão "familiar" que o que os outros proferem, fica em mim. Uma nota maldosa me fere muito, e você nunca está lá para desmentir todas as piores palavras.
É, eu sei, talvez eu esteja exagerando, talvez não seja tão ruim assim, mas pra quem sofre como eu, um espinho pode se transformar num enorme triturador, fraturando todos os meus órgãos e matando de uma vez por todas, toda essa angústia.
Odeio ter que confessar que te amo, embora não me canse de dizer a mim mesma, e a você. Assim com eu odeio sentir esse amor, que não cala minha alma, mas me deixa sem fala... e está trancado a cadeados em mim.


O nome daquele lugar me lembra poeira, e te fantasiar por lá, por mais estranho que pareça o lugar, ele se embeleza, somente por receber o seu rosto que está decorado com os mesmos grãos finos e pretos do rosto de uma gata borralheira.

4 comentários:

Gracielle Martim disse...

acho que dessa vez minha alma me deixou sem palavras também.

Erika Munhoz disse...

E esse seu post? Aaah... disse muitas coisas das quais eu estou sentindo. Nhu! :(
Love Ya. <3

Lary disse...

por mais que você tente, por mais que você queira, não consegue tirar isso de você, esse sentimento, ele é lindo ele é puro o tal do AMOR *-*
TA LINDO O TEXTO AMIGA ♥

Karen disse...

Lindo lindo, curti !
E parabéns, cada dia escrevendo
melhor, amiga !